domingo, 27 de maio de 2012

Serviço de Utilidade Pública II

Esses dias minha mãe teve a decência de me devolver (depois de 4 anos, aff!!!) o "A Situação Humana", do Huxley, e aproveitei para reler. Trata-se de uma coletânea de palestras que ele concedeu nos anos 50/60.

Adoro esse livro.
Adoro o Huxley!

Embora eu tenha consciência de que devemos separar o autor de sua obra, quando caímos no terreno da filosofia a coisa fica complicada... Gosto muito de Nietzsche, concordo com muitas coisas que ele disse, mas sabendo que após condenar a compaixão por toda sua obra ele morreu necessitando da mesma, demente e abandonado aos cuidados da irmã que ele detestava (mas que foi a única pessoa que lhe restou), acabo ficando com uma leve má impressão do mesmo... É como se muito do que ele defendeu não tivesse servido nem para si mesmo. Fica difícil dar crédito total para alguém assim.

Esse não é o caso do Huxley. Ele jamais "escorregou no quiabo". Jamais foi incoerente. Até onde sei, pelos dados biográficos de que disponho, não há nenhum fato que o desabone, pois sua conduta ativa sempre esteve de acordo com o que ele dizia - isso denota integridade.

Enfim, encontrei esse livro em PDF, online. Recomendo bastante.

A Situação Humana - Aldous Huxley

terça-feira, 8 de maio de 2012

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Da Gratidão

As vezes é quando cessamos de buscar que encontramos aquilo que procurávamos.

******

Uma amizade.
Onde não houvessem mal entendidos pois não existiriam meias palavras.
Onde não houvesse desconfiança pois não haveriam segredos.
Onde não existisse competição porque não teria jogo.

Queria uma amizade assim.
Quando desisti, encontrei.
Quando desacreditei, apareceu.

As vezes eu acho que os deuses gostam de mim.

Transparentes, somos eu e o touro.
Touro sofrido, que muitas vezes escapou da morte e aos 29 perdeu tudo, família, amor, negócios. Saturno conjunto ao sol, casa I.
Touro que ficou com raiva e foi pra guerra.
Pra guerra de verdade, lá se foi o legionário - pro Velho Mundo.
Em tempos de guerra dos sexos, farpas virtuais e anonymous revoltadinhos no sofá de casa, chego a admirar quem tem cojones de empunhar uma arma de destruição em massa, olhando nos olhos do inimigo. Lua e Marte conjuntos em aquário.
Não me importo - o mundo tem gente demais mesmo...
Cheio de zelo, é quem cuida do meu corpo, sua forma e nutrição.
Leva minha comida onde eu estiver, seja no trabalho, no treino ou casa do namorado.
Nada pede. Sempre pergunta no que ainda pode ser útil. Plutão em virgem.
Não há muros entre nós, pois nada está escondido.
Conhece toda minha história e divide a dele comigo.
Sem medo. Vênus em áries.
Nunca perdeu a esperança e, às vésperas dos 41, continua menino. E gringo. Netuno conjunto a Júpiter em sagitário.
Simples, reto, direto.
Touro.
Obrigada.