quarta-feira, 27 de junho de 2012

É chato...

... sempre ter razão.



Mentira. Na verdade eu adoro, hehehehehehe!!!!

domingo, 10 de junho de 2012

60mg

Não.
Definitivamente não.
Morrer não é como um orgasmo.
"La Petite Mort"... Orgasmo é contração, não relaxamento absoluto.

Descobri quando cheguei aos 60mg.
Jamais, em toda minha vida, desmaiei. O único momento em que meu corpo esteve fora do alcance do meu controle consciente foi  sob o efeito de anestesia geral. Fora isso, eu sempre "estive presente".
Um exercício - ou seria auto-competição? - que sempre gostei de fazer é o de tentar manter a consciência mesmo após o uso de X. Nunca usei X para o que realmente serve - não tenho problemas em relação a isso - meu uso sempre foi, por assim dizer, científico.
Um dia cheguei aos 60mg. Mente desperta. Não é tão difícil assim.

Dissociação. O corpo "morto", a mente ativa. Sensação de experiência extra-corpórea, de estar "voando", ausência de peso. Relaxamente total, carne absolutamente imóvel e atividade mental a mil por hora... Liberdade!
É um estado prazeroso, mas que em nada se assemelha a um orgasmo.

Há um breve instante durante o orgasmo em que ocorre a perda dos limites - e quando você não sabe onde começa e onde termina, seu eu morre por um segundo - afinal, "eu" já é uma delimitação de espaço. Creio que era a esta sensação específica que os franceses se referiam. É uma metáfora relacionada à morte psicológica, não à física.
Até porque também pode ser muito perturbador chegar ao oceanic boundlessness... Não é todo mundo que gosta desta sensação, certas pessoas desesperam e chegam até a se morder para que a dor lhes devolva a noção de limite.
Alguns morrem em paz, outros vão pro inferno, rsrsrsrsrsrs...

X me promove a sensação de morte física, mas minha psique continua intacta com esta substância.
Meu ego, esse gorila dourado, só morre através das  bençãos de São Hofmann.
(louvado seja, amém!)
E ir pro "paraíso" ou pro "inferno" foi sempre questão da atitude que se tem perante a morte:
Aceitação.
Essa palavra contém em si todo o segredo do universo.
O Éden não é o lugar dos revoltados.





"I believe with the advent of acid we discovered new way to think
and it had to do with piecing together new thoughts of mind. Why
is it that people think it's so evil? What is it about it that
there is scares people so deeply? Because they are afraid that
there is more to reality than they have ever confronted. That
there are doors that they're afraid to go in and they don't want
us to go in there either because if we go in, there we might
learn something that they don't know. And that makes us a little
out of their control."


"He's losing his mind, and feels it going!"

"You're intoduced to lsd, an' it's not like taking some other
drug for instance like marijuana or something, hm, well, you
know, it's altogether a new thing, and you actually can have a
religious experience, and, hm, and it can be even more important
than reading the bible six times or becoming a pope or something
like that, you know..."